Por quais motivos um Jovem Aprendiz pode ser demitido

O programa Jovem Aprendiz é uma parceria entre o Ministério da Educação empresas públicas ou privadas do Brasil. O sistema contratual permite que menores de idade atuem em empresas de médio a grande porte. mas apesar de ser um contrato e não tem carteira assinada, existem motivos pelos quais o jovem aprendiz pode ser demitido. Saiba mais!

Como funciona o Jovem Aprendiz?

A iniciativa do programa Jovem Aprendiz permite que estudantes a partir do nono ano entre 14 e 22 anos de idade posso trabalhar. A ideia que os jovens consigam ajuda de custo e ainda se interessa em mais pelo mercado de trabalho.

O programa do está em atuação há alguns anos. A empresa necessita solicitar a sua participação e abrir o seu próprio processo seletivo para escolher quais os jovens vão atuar na sua empresa.

Logicamente existem regras regulador. O jovem aprendiz não pode exercer uma atividade profissional considerada de risco e sem supervisão de um profissional. a maior parte dos cargos são administrativos, mas também há oportunidades na área de produção.

Quem pode ser um Jovem Aprendiz?

O jovem aprendiz necessita primordialmente estar estudando. Deve ser matriculado a partir do nono ano do ensino fundamental. Não importa se ele repetiu algum ano anteriormente, apenas necessita estar matriculado e frequentando as aulas.

Outros requisitos básicos para participar do Programa Jovem Aprendiz 2020 são:

  • Não ter participado do programa anteriormente;
  • Ter disponibilidade para trabalhar entre 5 e 6 horas por dia;
  • Ter horário livre para trabalhar sem chocar com a rotina escolar.

Outros pré-requisitos podem ser exigidos pelas empresas. Algumas fazem questão de ajudar a quem realmente preciso só contrata jovens de baixa renda. Cada empresa pode pedir o que quiser desde que não fique fora das regras básicas do programa.

A contratação do jovem aprendiz não é com carteira assinada, mas a experiência pode ser citada no currículo. As empresas podem contratar o jovem por até 2 anos. A maior parte trabalha com o sistema de contratação por 12 meses e renovação por mais 12 meses.

Quais os motivos que podem causar a demissão de um jovem aprendiz?

E depois de assinar o contrato o jovem aprendiz pode ser demitido? Sim. Qualquer contrato pode ser quebrado se não for cumprido por ambas as partes. Tanto o jovem pode desistir de trabalhar na empresa e pedir demissão como a empresa pode cancelar o contrato quando desejar.

O cancelamento do contrato de jovem aprendiz para acontecer sem motivo. A empresa pode não querer mais trabalhar com o programa e isso não tem problema com nenhum. Mas também podem existir motivos pré-estabelecidos para a demissão. Alguns deles são:

  • Não cumprir o horário de chegada na empresa;
  • Exercer alguma atividade lícita dentro ou fora da empresa;
  • Algumas regras básicas estabelecidas pela empresa;
  • Tratar mal colegas de trabalho;
  • Não obedecer a hierarquia empresarial (não seguir as regras do chefe);
  • Dentre outras.

No momento da contratação do jovem aprendiz deve ser avisado de todas as regras que podem causar a sua demissão. Também deve ser informado sobre sua má conduta em aviso antes da demissão chegar de fato.

Apenas em casos gravíssimos a empresa demite de primeira, sem aviso.

Veículos com Imposto atrasado causam prejuízo de 3 bilhões em São Paulo

O IPVA 2020 SP, cujo pagamento começa em breve, passou por reajustes. Saiba como obter a sua guia do IPVA 2020 e saiba qual o valor para pagamento, entre outras informações a respeito desse tributo estadual.

Esse tributo é obrigatório e anual incide sobre todos os veículos que estão registrados nesse estado. Quem efetua o pagamento já tem conhecimento da importância do mesmo, como também a necessidade de efetuar o pagamento dentro do prazo de vencimento.

IPVA 2020 SP

Veremos aqui informações sobre a tabela atualizada, valores, prazo de pagamento, forma de pagamento e também como emitir a guia pela internet. É muito mais fácil emitir o documento de pagamento pela internet do que procurar um atendimento presencial. De preferência a economia de tempo.

O DETRAN do Estado de São Paulo oferece outros serviços aos seus contribuintes, depois não deixe de conferir quais são eles.  Esses serviços foram criados para melhor atender os contribuintes e para facilitar o processo de arrecadação e resolução de pendências. Aproveite para informa-se também a respeito do Bradesco IPVA 2020!

GUIA DO IPVA

A emissão da Guia IPVA 2020 SP é um dos serviços mais procurados pelos contribuintes.  Ele já está disponível há bastante tempo no site hoje você vai conferir como utilizar esse recurso passo a passo.

A partir do momento em que você aprende a utilizar os recursos online tudo fica mais viável e acessível. É tendência que os órgãos públicos invistam nos serviços online para atender a população de forma mais rápida e acessível.

Abaixo explicamos o procedimento que você deve realizar para imprimir a guia pela internet, siga as orientações e veja como é simples:

  • Site Detran SP: https://www.detran.sp.gov.br/
  • Informe o número da Placa do Veículo;
  • Informe o número do Renavam do Veículo;
  • Clique no botão Consultar.

A guia a ser impressa depende do tipo de pagamento escolhido pelo contribuinte, atualmente o DETRAN do Estado de São Paulo disponibiliza duas formas das quais os informamos próximo tópico.

FORMAS DE PAGAMENTO

As formas de pagamento do IPVA de São Paulo disponíveis ao contribuinte são de suma importância, por isso que ele tem que ter conhecimento sobre as opções disponíveis.

A seguir você pode conferir quais são as formas de pagamento disponíveis para você efetuar a quitação desse débito:

  • Pagamento em parcela única, com 15% de desconto, até a data estabelecida;
  • Pagamento em cinco parcelas, sem desconto, vencíveis até a data estabelecida.
  • Analise as opções e veja qual delas se encaixa melhor nas suas finanças.

TABELA ATUALIZADA

A tabela IPVA 2020 SP é outra informação de contribuinte deve ter conhecimento, pois é de suma importância. Na tabela constam as datas de pagamento que são determinadas de acordo com final da placa de cada veículo.

Todos os anos essas datas passam por alterações e por isso que o contribuinte deve acompanhar as informações atualizadas pelo Detran.