MEC lança portaria do processo de seleção para financiamento estudantil

O Fundo de Financiamento Estudantil trata de um programa do Ministério da Educação com propósito de financiar a faculdade para alunos devidamente matriculados em instituição particular em curso acima de 6 semestres, inscrições pelo site sisfiesportal.mec.gov.br para escolher ser financiado 50% a 100% do curso e o melhor o aluno só paga quando concluir o curso, o Ministério da Educação junto com a entidade financiadora tem o prazo de até 13 anos para pagar seu financiamento.

Se por acaso em algum momento você pensou em trancar sua matrícula por motivo financeiro, saiba que o FIES está presente para que isso não aconteça, este programa do MEC tem beneficiado milhares de estudantes a seguir com seu plano de vida profissional. Então não perca a oportunidade de conhecer melhor este projeto do Ministério da Educação que com certeza vai beneficiar você também.

As inscrições FIES 2020 são online e a solicitação do financiamento é realizada diretamente pela internet, fácil prático e muito simples sendo três etapas, primeira realizar a solicitação do financiamento, segunda aguarda a validação das informações fornecidas no cadastro, terceira contratação do financiamento com o prazo de até 10 dias para você escolher o banco que irá financiar como Caixa, Bradesco, Banco do Brasil entre outras instituições financeiras você é quem escolhe.

Dúvidas e informações sobre o FIES: Central de Atendimento – 0800 616161.

Inscrição e tirar as suas dúvidas, assim como conhecer todas as Faculdades e Universidades que participam do FIES neste site SISFIES: sisfiesportal.mec.gov.br/.

Fiador de crédito estudantil

Se você já pensou em fazer algum tipo de financiamento ou fechar um grande negócio, já deve ter ouvido falar no fiador. Esse nome é uma peça muito importante das negociações e será essencial para alguns tipos de financiamento. Quer entender melhor? Veja a seguir o que é um fiador e de que forma você irá utilizá-lo:

O que é um fiador?

Como mencionado acima, o fiador é muito importante para alguns tipos de financiamento e pode ser que você precise de um para fechar um contrato ou negócio.

Mas afinal o que seria um fiador?

Bem, quando nos comprometemos a um financiamento ou locação, é necessário cumprir com os valores e deveres assinados em acordo. Mas caso você venha a descumprir com o combinado, é preciso que a outra parte do contrato tenha alguma garantia.

Então, é aí que o fiador vai entrar! Esta pessoa será uma forma de garantir que caso você não cumpra com a sua parte, a outra parte em questão não seja prejudicada.

Por isso, é sempre exigido que o fiador seja uma pessoa de nome limpo, com algum patrimônio e na maioria das vezes, um bom crédito no mercado. Assim ficará entendido que ele pode cobrir a sua parte se houver um problema.

Em que tipo de financiamento é necessário?

Há alguns anos atrás, o financiamento estudantil proporcionado pelo FIES exigia a presença de um financiador para garantir o pagamento posterior das parcelas. Isso não é mais uma regra para o FIES 2020, assim mais estudantes podem participar da iniciativa e conquistar o seu diploma.

O FIES mudou, mas o estudante beneficiado ainda precisa cumprir corretamente com os pagamentos do programa. Caso precise, o mesmo pode solicitar 2 via boleto FIES e mesmo sem fiador, não pode estar em atraso!

Ainda existem outros tipos de financiamento que irão exigir a presença de um fiador, como por exemplo a locação de um carro ou de um imóvel. É preciso que o fiador participe do momento de contratação, assinando os documentos junto com você e ficando, portanto, ciente das cláusulas existentes.

Uma outra situação que pode envolver a necessidade de um fiador é a solicitação de um empréstimo. Assim como nas locações citadas acima, o mesmo deverá ficar responsável por cumprir com a sua parte para o banco se você for omisso com a parte acordada. Essa pessoa pode até vir a ser solicitada judicialmente em situações extremas.

Programa Universidades Para Todos documentos entregues até 31 de Janeiro

Prouni 2019 divulga resultados para primeira chamada hoje, 24 de janeiro. Prazo para comprovação é até 31.

Dada a largada para primeira chamada do Prouni 2019 primeiro semestre. Você sabe que ainda teremos uma segunda chamada e também a lista de espera

Estudos para o Ensino Superior
Estudos para o Ensino Superior

Lista de Espera para o Prouni 2019:

Ao final das duas chamadas do Prouni 2019, o candidato ainda pode se candidatar a Lista de Espera do Prouni, a qual irá ser usada pelas instituições de ensino para convocar estudantes para preencher bolsas de estudos eventualmente não ocupadas. A data para se inscrever é 24 e 25 de Fevereiro.

Voltando para a primeira chamada do Prouni 2019, os candidatos pré-selecionados serão convocados hoje, quinta-feira, 24. O prazo para matrícula na instituição de ensino e apresentação dos documentos relacionados no ato da inscrição vai até o dia 31.

O resultado do Prouni 2019 para a primeira chamada você acessa

Em 8 de fevereiro será feita a segunda chamada de pré-selecionados no Prouni 2019. O candidato deve providenciar a matrícula e a apresentação de documentos até o dia 19 do mesmo mês- Fevereiro.

Os estados com o maior número de candidatos nesta primeira edição de 2019 foram São Paulo, com 187.489 inscritos; Minas Gerais, com 141.839, e Rio de Janeiro, com 75.935. Já os Estados com menor número de inscritos foram: Roraima com 2.069 inscritos e Amapá com 3.887 candidatos inscritos.

O resultado do Prouni 2019 para a primeira chamada você acessa

Veja o número de inscritos para o Prouni 2019 por UF:

 UF Candidatos inscritos
AC 6.705
AL 14.258
AM 19.219
AP 3.887
BA 71.651
CE 51.520
DF 21.392
ES 21.883
GO 29.344
MA 32.359
MG 141.839
MS 17.732
MT 16.503
PA 36.409
PB 20.851
PE 45.951
PI 20.432
PR 55.682
RJ 75.935
RN 20.676
RO 12.016
RR 2.069
RS 70.885
SC 17.067
SE 13.102
SP 187.489
TO 6.017
Total 1.032.873

Fique atento para não perder os prazos e já vá organizando todos os seus documentos.

Calendário do Prouni

  • 17/01 a 21/01 – Período de inscrições Prouni 2019
  • 24/01 – Resultado da 1ª chamada
  • 24/01 a 31/01 – Comprovação de informações – 1ª chamada
  • 08/02 – Resultado da 2ª chamada
  • 08/02 a 19/02 – Comprovação de informações – 2ª chamada
  • 24/02 e 25/02 – Prazo para participar da Lista de Espera
  • 28/02 – 1ª convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições
  • 28/02 a 05/03 – Comprovação de informações – 1ª convocação lista de espera
  • 08/03 – 2ª convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições
  • 08/03 a 13/03 – Comprovação de informações – 2ª convocação lista de espera